Membros de facções rivais são presos suspeitos de se unirem para realizar ‘tribunal do júri’ em Goiânia

Dois homens membros de facções rivais foram presos suspeitos de se unirem para realizar um ‘tribunal do crime’ em Goiânia. Os suspeitos têm 27 e 32 anos e não tiveram os nomes divulgados.

Ainda segundo a corporação, os homens vieram da Bahia e de Brasília com o objetivo de executar represálias contra uma vítima na capital. Eles se instalaram em uma residência no Setor Buena Vista 3. Detalhe: eles seriam de facções criminosas rivais, unidos pelo propósito de punir um terceiro indivíduo.

Criminosos trocaram tiros em bebedeira

Antes de realizarem o tribunal do crime, os dois suspeitos se desentenderam. Durante uma confraternização, regada a bebidas, os dois criminosos brigaram e acabaram trocando tiros. Um deles ficou ferido na perna.

A PM foi acionada por vizinhos, foi até o local e prendeu o atirador. Além disso, acabou frustrando o plano criminoso de “tribunal do crime”, em Goiânia.

Além da captura do autor, os policiais apreenderam uma arma de fogo calibre 380, dois carregadores e 109 munições.

O homem que levou o tiro foi encaminhado para o Hospital de Urgências de Governador Otávio Lage (Hugol), e foi detido posteriormente.

Mais Goiás