Polícia Civil prende estelionatário que vitimou mais de 40 pessoas

A Polícia Civil de Goiás, através do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais, prendeu, nesta quarta-feira (4), João Paulo dos Santos, de 34 anos, investigado por estelionato, furto qualificado, apropriação indébita, receptação e uso de documentos falsos nos estados de Goiás, Tocantins e São Paulo. Ao menos 40 pessoas foram vítimas do homem em Goiânia e Região Metropolitana.

Consta na investigação que o homem se estabeleceu como mecânico e foi responsável por desaparecer com carros de clientes, subtrair peças automotivas e induzir que as vítimas pagassem por serviços e peças que não eram disponibilizados.

Dentre as dezenas de crimes, levantou-se que o investigado cometeu, reiteradamente, condutas como aluguéis/arrendamentos de imóveis pelos quais não pagava e os anunciava a venda, arrecadando o dinheiro de vários pretensos compradores; aluguéis de maquinários de construção (betoneiras, geradores de energia) pelos quais não pagava e ainda se apropriava dos bens; venda de imóveis (lotes, fazendas, casas) e de veículos que nunca foram seus, mediante uso de documentos fraudados; fraudes com cheques; subtração de veículos e peças onde trabalhava ou prestava serviços.

A divulgação das imagens e identificação do preso ocorre em razão da fundada possibilidade de seu envolvimento em outros crimes, observando-se, pois, os limites impostos pela Lei 13.869/2019 e Portaria 547/2021.