Homem morre e pessoas ficam feridas após briga na festa do peão de Vila Propício

Na madrugada do último sábado, 1º de junho, uma briga envolvendo três pessoas em um dos estacionamentos da festa de peão de Vila Propício terminou em morte. Outras duas pessoas ficaram gravemente feridas ao serem golpeadas por um facão, e uma quarta pessoa, só não se feriu, porque conseguiu desfiar do ataque e se defender com um cacetete.

Tácio Vinicius Valadares Dias, que seria morador de Goianésia, teria desentendido com outras duas pessoas. Leonardo Camargo, de 28 anos, e Tiago Vieira, de 38. A briga teria ocorrido em um dos estacionamentos da festa e o chefe de segurança da 18ª Festa de Peão, acionou a Polícia Militar informando que havia uma briga entre três pessoas com arma branca.

Quando os PMs chegaram ao local, se depararam com Tácio, de posse um facão, desferindo golpes contra Leonardo e Tiago, já feridos e caídos ao chão. Ao tentar aplicar um novo golpe, um dos policiais realizou um disparo de arma de fogo e alvejou o Tácio, impedindo que continuasse com as agressões. Após ser desarmado, o Corpo de Bombeiros foi acionado e realizou os procedimentos de primeiros socorros nos feridos.

Tácio não resistiu ao ferimento e morreu no local. As outras duas vítimas foram conduzidas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Goianésia, com ferimentos graves, pela ambulância da Secretaria de Saúde de Vila Propício, tão logo foram estabilizadas pelos bombeiros.

 Informações dão conta ainda que ao ver a agressão, um dos seguranças tentou intervir, mas também teria sido atacado por Tácio, no entanto, conseguiu se desviar usando um cacetete. Em seguida, o local foi isolado pela Polícia Militar até a realização de perícia por parte da Polícia Científica de Goianésia. Posteriormente o corpo foi entregue ao Instituto Médico Legal (IML) para realização de exame cadavéricos e liberação do corpo à família.

Folha de Jaraguá