Caiado anuncia expulsão de Chiquinho Brazão do União Brasil

O União Brasil decidiu, por unanimidade, expulsar o deputado Chiquinho Brazão (RJ). O parlamentar foi preso pela Polícia Federal na manhã de domingo (24) acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL).

A reunião da executiva do partido, feita de forma virtual às 19h30, contou com a participação do governador Ronaldo Caiado, que também encaminhou voto pela expulsão de Brazão.

“Embora filiado ao União Brasil, o Deputado Federal Chiquinho Brazão já não mantinha relacionamento com o partido e havia pedido ao Tribunal Superior Eleitoral autorização para se desfiliar”, disse o partido em nota.

Mais Goiás