Polícia Civil prende falsa médica que emitia atestados e vendia anabolizantes

A Polícia Civil, por intermédio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes (Gref) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), recebeu informação ontem (30) de uma médica, segundo a qual uma mulher clinicava e realizava procedimentos estéticos se utilizando de carimbo contendo o seu CRM, além de falsificar documentos públicos. Os policiais civis foram à clínica da suspeita, no Setor Bela Vista, Goiânia, onde ela se apresentou como biomédica, apesar de não possuir o respectivo registro.

Durante buscas no local, a equipe encontrou o carimbo com o nome da médica que fez a denúncia, jaleco médico com o nome de outra pessoa, bloco de receituário e atestados médicos do SUS, diversas fichas de anamneses ideologicamente falsas ostentado carimbo de uma médica, além da assinatura dos pacientes, diversos produtos médicos para fins estéticos, como preenchedores, toxina botulínica, bioestimuladores e anabolizantes esteroides com origem não identificada. Por conta dos fármacos anabolizantes, foi dada voz de prisão em flagrante pela exposição à venda destes produtos, igualmente.

A imagem e identificação da presa Renata Costa Ribeiro serão divulgadas, conforme despacho do delegado responsável pela investigação, para fins de identificação de outras pessoas eventualmente lesadas por algum procedimento médico realizado, com fulcro na Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021 – PC.