Brasileiro foragido nos EUA é avistado por moradores e está armado com rifle

Danilo Cavalcante, o brasileiro que fugiu da cadeia nos Estados Unidos após ser condenado à prisão perpétua, foi avistado por moradores do estado da Pensilvânia na noite desta segunda-feira (11), de acordo com a imprensa norte-americana. Autoridades afirmaram que ele está armado com um rifle.

Um cerco foi montado na região onde Cavalcante foi visto, a cerca de 32 quilômetros da prisão de onde ele escapou e a 74 quilômetros da cidade da Filadélfia.

Danilo Cavalcante foi condenado por matar a ex-namorada Débora Evangelista Brandão. O crime aconteceu em abril de 2021, na cidade de Phoenixville. No dia 31 de agosto, ele conseguiu escapar da prisão. Desde então, buscas são feitas.

A rede CNN norte-americana afirmou que Danilo foi avistado por moradores na região do cerco. Já a rede CBS acrescentou que os relatos foram feitos por volta das 23h de segunda-feira (11) — meia-noite desta terça-feira (12) no horário de Brasília.

Ainda de acordo com a imprensa norte-americana, a polícia espera prender Danilo nas próximas horas. As autoridades pediram para que os moradores procurem por abrigos seguros e acionem o serviço de emergência caso tenham informações sobre o fugitivo.

“Os residentes da área são solicitados a trancar todas as portas e janelas, proteger os veículos e permanecer em casa. Não se aproxime”, publicou a polícia em uma rede social.

Segundo a imprensa local, um morador local disparou sete tiros contra uma pessoa que tentou roubar sua propriedade. A polícia não confirma a informação e o assaltante em questão seria Danilo. Uma outra testemunha afirma ainda que o criminoso teria roubado uma arma durante o confronto.

Recompensa e Interpol

Nesta segunda-feira, as autoridades da Pensilvânia aumentaram para US$ 25 mil (cerca de R$ 123 mil) a recompensa para quem tiver informações sobre o paradeiro de Danilo Cavalcante. Inicialmente, o valor era de US$ 10 mil.

Além disso, o nome do brasileiro também foi incluído na lista de procurados da Interpol.

Por causa das buscas, escolas e um atrativo turístico da região chegaram a ser fechados. Os moradores também foram aconselhados a não sair de casa.

A fuga de Danilo também provocou a prisão da irmã dele, que mora nos Estados Unidos. As autoridades não forneceram detalhes sobre a motivação. No entanto, ela deve ser deportada.

G1