‘Não volto para a TV, prefiro deixar saudade do que encher o saco’

Fausto Silva, 73, está se recuperando após a cirurgia de transplante do coração, mas já pensa no retorno ao trabalho, e tem uma decisão: ele não quer voltar para a TV. O apresentador, que deixou o “Faustão na Band” em maio, diz preferir parar no auge.

“Já fiz a minha parte. Não volto mesmo para a televisão. Melhor sair deixando saudade, do que encher o saco do público até não poder mais”, diz ele em uma conversa exclusiva com a coluna, ao telefone, diretamente do Hospital Albert Einstein, onde está internado.

A aposentadoria da TV não significa o fim da função de comunicador, exercida por mais de 50 anos. Ele quer seguir trabalhando e analisa outra possibilidade “Quero fazer algo para o YouTube. Não sei o que ainda, mas é uma possibilidade que eu não descarto. Vamos ver.”

Faustão estreou na TV em 1984, no programa de auditório Perdidos na Noite (Gazeta). Na Globo, com o Domingão do Faustão, ele permaneceu de 1989 a 2021. Recentemente, comandou o Faustão na Band, de segunda a sexta, por pouco mais de um ano.

A última aparição de Fausto Silva na TV até o momento foi no último dia 18, em uma gravação feita antes da internação. O apresentador voltou à Band para encerrar seu programa ao lado da família.

Ao colunista Flávio Ricco, Faustão disse que ainda pretende fazer uma aparição na Record, que ficou devendo, e também pretende ir ao Roda Viva, na Cultura. Irá como entrevistado, não mais no papel de apresentador.

Ainda sobre a carreira na TV, Fausto faz um comparativo:

“É bom parar enquanto você está no alto. Pelé saiu no auge. Garrincha na baixa. Isso faz toda a diferença. Eu sei que vai ser melhor eu encerrar agora.”

Fonte: Uol