Leonardo Menezes recupera obra de R$ 3 milhões, que agora funciona como complexo de saúde

O prefeito Leonardo Menezes descerrou, na manhã de sexta-feira (16), a placa de inauguração do prédio Cirineu Batista Naves, no bairro Nova Fiíca, dando o pontapé inicial para o funcionamento da Base Descentralizada do SAMU e da Vigilância em Saúde.

É um momento importante para a gestão. O prédio, construído ainda na gestão do ex-prefeito Gilberto Naves (2009 a 2012), estava completamente abandonado, vilipendiado e seria até demolido pela gestão anterior. Estava sem salvação. Ao assumir a prefeitura, Leonardo Menezes decidiu o contrário: que dava para revitalizar o prédio, que está avaliado em R$ 3 milhões.

A parte de telhado, infiltração nas paredes, pintura, entre outros, tudo foi recuperado, com pouco dinheiro: R$ 107 mil. “Gastamos pouco para salvar uma obra de R$ 3 milhões, que será de grande utilidade para nossa estrutura de saúde atender à comunidade”, explica o prefeito.

Quem passa na porta, vê que é um prédio totalmente novo. Totalmente recuperado, adaptado e agora é um espaço de excelência. Além do SAMU, abriga outros departamentos: Vigilância Sanitária, Centro Epidemiológico, Centro de Imunização, Núcleo de Controle de Vetores e Endemias e Sala do Conselho Municipal de Saúde.

O prédio homenageia a memória de um dos pioneiros de Goianésia, Cirineu Batista Naves, pai do ex-prefeito Gilberto Naves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui