Em Jaraguá, Daniel Vilela celebra Cavalhadas como “resgate histórico” da cultura goiana

Vice-governador enfatizou que o Circuito das Cavalhadas será um dos principais legados do governador Ronaldo Caiado, que ele representou na cidade no último domingo 28/5, onde participou da Santa Missa de Encerramento da Festa do Divino Espírito Santo e anunciou restauração total da Igreja do Rosário

“O Circuito das Cavalhadas criado pelo Governo de Goiás fortalece e consolida uma das principais tradições do nosso estado e será um dos legados que o governador Ronaldo Caiado deixará para a cultura goiana”, avaliou o vice-governador Daniel Vilela em Jaraguá – cidade a 120 quilômetros da capital – onde esteve neste domingo, 28/5, para participar da Santa Missa de Encerramento da Festa do Divino Espírito Santo, como parte da programação das Cavalhadas 2023 do município.

Foto: Jota Eurípedes

Antes da celebração na Paróquia Nossa Senhora da Penha, onde foi saudado pelo padre Edmilson Luiz, o vice-governador esteve na Casa da Cultura ao lado do prefeito Paulo Vitor Avelar. Foi recebido pelos protagonistas das Cavalhadas: homens trajados de roupas nas cores vermelhas, os “mouros”; e nas cores azuis, os “cristãos” – eles encenam batalhas inspiradas em tradições portuguesas e espanholas relacionadas à ocupação, na Idade Média, da Península Ibérica. São dois exércitos com 12 cavaleiros cada.

“Estamos diante do resgate histórico da nossa cultura. Nós precisamos saber de onde viemos e como chegamos até aqui. E ao investir no Circuito das Cavalhadas, o governo estadual valoriza nossas raízes e mostra nossas origens para as novas gerações que, com certeza, vão dar sequência à estas manifestações populares”, celebrou o vice-governador. Ele ressaltou, em seguida, que ao longo do último mandato do governador Ronaldo Caiado, foram investidos R$450 milhões na cultura goiana.

Anúncio
Da Casa Cultural, Daniel Vilela acompanhou a procissão até a igreja, num trajeto de 600 metros. Ao final da missa, fez o anúncio para os mais de 800 fiéis que lotavam o local: o governador Ronaldo Caiado autorizou a licitação das obras de restauração da histórica Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e da praça que circunda o templo católico. “A cidade vai ter um dos seus cartões-postais de volta”, disse ele.

“Nós tivemos uma grande ajuda do governo estadual para as Cavalhadas; foram recursos importantes que nos auxiliaram a fazer uma grande festa”, agradeceu o prefeito de Jaraguá em rápido discurso. Paulo Vitor também lembrou que em 1997, o então governador Maguito Vilela (1995-1998), pai do atual vice-governador, foi quem liberou recursos para a construção do telhado daquela paróquia, e quem também fez a doação do terreno onde hoje está sediado o Clube das Cavalhadas José Natal da Silveira. “Fiquei emocionado com esta recordação”, devolveu Daniel.

Foto: Jota Eurípedes

Mouros versus cristãos


O Circuito das Cavalhadas 2023 ocorre em 13 municípios goianos, com investimentos da ordem de R$3 milhões do Tesouro Estadual. Teve início no dia 27 último, com as edições de Jaraguá, Posse e Santa Cruz de Goiás, e será encerrando em 15 de outubro. “Um projeto que deu tão certo que cidades que deixaram esta tradição de lado estão procurando o governo para retomar suas cavalhadas”, contou Daniel. Neste ano Luziânia entrou no circuito; e para 2024 já está previsto o ingresso de Silvânia e Niquelândia.

Daniel teve a companhia, ao longo de sua estadia em Jaraguá, do vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Amaral Wilson; do deputado estadual Lineu Olímpio, ex-prefeito da cidade; do deputado federal José Nelto; e do diretor comercial da Saneago, Hugo Goldfeld.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui