HGG realiza primeiro transplante renal intervivos de 2023

Foi um sucesso o primeiro transplante renal intervivos realizado em 2023 pelo Hospital Estadual Dr. Alberto Rassi (HGG). Rodrigo Filho, de 20 anos, recebeu um rim da mãe, Beatriz Soares Barbosa, de 45 anos. Ambos já se encontram em recuperação. O transplante intervivos acontece quando o doador é parente do receptor, maior de idade e possui compatibilidade para a doação. 

Profissionais do HGG realizam o primeiro transplante intervivos de 2023, da mãe de 45 anos que doou rim para o filho de 20 anos: referência consolidada na área pela unidade de saúde do Governo de Goiás / Foto: SES-GO


“É maravilhoso dar uma vida melhor para ele”, disse Beatriz, esperançosa, ao lado do filho, antes de entrarem para o centro cirúrgico, na manhã desta quarta-feira (15/2). A mãe expressava também a confiança no encerramento de uma batalha que já durava algum tempo – e muito sacrifícios. 
“Como ele tem outros problemas de saúde, era preciso organizar para fazer o transplante, agora tudo certo. É maravilhoso, é como dar a vida de novo para o filho”, comemorava. “Que ele tenha uma vida melhor”, desejou ainda.


O HGG é referência no serviço de transplante renal, implantado no ano de 2017. Desde então, a unidade de saúde já realizou 776 procedimentos, dos quais 725 deles envolvendo doador falecido e 51 intervivos. “Atualmente, Goiás conta com 314 pessoas aguardando um transplante renal”, informa a gerente de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Katiúscia Freitas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui