Santa Casa de Goiânia deixa de fazer cirurgias por causa do baixo estoque de sangue

A Santa Casa de Misericórdia de Goiânia divulgou que, por conta do baixo estoque de sangue, deixou de fazer alguns procedimentos cirúrgicos. A unidade informou que a maior demanda dos estoques é pelo sangue ‘O positivo’ e a Santa Casa procura, com urgência, por doações.

Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, em Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

A unidade divulgou ainda que o material disponível no banco também está perto do fim. Izabela Mendes, gerente de controle técnico da Santa Casa, ressaltou que existem cinco pacientes já internados na unidade à espera de cirurgias que precisam de mais bolsas de sangue.

Izabela completou ainda que o estoque para sangue tipo ‘AB-‘, ‘A-‘, ‘O+’, ‘B+’, ‘B-‘ e ‘O-‘ estão zerados.

Além da demanda urgente da falta de sangue, Izabela contou que o hospital tem uma fila de espera de cerca de 90 pacientes para cirurgias eletivas. As áreas de cirurgia geral, cardiologia, urologia, oncologia, hematologia, cirurgia vascular e transplantes são as mais afetadas.

Veja como doar

Para a enfermeira do Banco de Sangue da Santa Casa, Fernanda de Souza Moreira, a falta de informação é o que mais impede as pessoas de doarem. Para doar, é preciso ter entre 16 e 69 anos, ter no mínimo 50 quilos, uma boa condição de saúde, ter se alimentado e dormido bem antes da doação, além, claro, de portar documento oficial com foto. Vale lembrar que menores de idade precisam de autorização dos responsáveis para doar.

Alguns pontos podem desclassificar o sangue de um doador, segundo Fernanda. “Se você estiver gripado não pode doar, nem se tiver ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas”, frisa. A enfermeira ressaltou ainda que quem realizou procedimentos como botox, tatuagem ou perfuração de piercing nos últimos 12 meses, também está impedido de receber o material doado.

Fernanda chamou atenção para a legislação que dá benefícios para aqueles que se tornam doadores frequentes. “A lei estadual número 12.121 garante, entre outras coisas, o atendimento prioritário no atendimento no sistema estadual de saúde, e a meia-entrada para serviços de cultura, esporte e lazer ligados ao Estado ou a parceiros privados deste”, pontua.

Os interessados podem doar presencialmente no banco de sangue da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia com um documento oficial com foto. Também é possível agendar a doação pelo número (62) 3254-4283.

Informações G1 /GO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui